top of page
  • laedpucrio

Novos artigos com autoria de integrantes do LAEd

Atualizado: 30 de ago. de 2023



Novos trabalhos com autoria de integrantes do LAEd estão disponíveis para leitura. Os links de acesso estão vinculados aos títulos dos artigos: clique e acesse!


Este artigo tem autoria do Prof. Dr. Andrés Santos Sharpe (Universidad de Buenos Aires) com as integrantes do LAEd, Prof. Dra. Rosileia Nierotka (Universidade Federal da Fronteira Sul), Prof. Dra. Naira Da Costa Muylaert Lima (Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro) e Prof. Dra. Alicia Bonamino (Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro).


Segue abaixo o seu resumo em Português:

"O objetivo deste artigo é analisar as diferenças nas políticas públicas de acesso e permanência nossistemas universitários da Argentina e do Brasil. Partimos da premissa de que a conformação deambos os modelos universitários resultou em diferentes lógicas de expansão, bem como emmecanismos específicos que visam um maior acesso e permanência no sistema universitário.Considerando a complexidade dos sistemas de ensino superior em ambos os países, que sãocompostos por uma diversidade de instituições, o foco deste artigo será apenas a universidade. Istojustifica-se pela característica de ensino, investigação e extensão que diferencia estas instituiçõesdas outras instituições de ensino superior. A metodologia adoptada neste estudo é descritiva, na qualprocura traçar um quadro comparativo entre os dois países no que diz respeito às formas comoorganizam as suas políticas de acesso e retenção, dadas as suas características históricas. Como baseempírica, utilizamos dados secundários de fontes oficiais, principalmente de várias organizaçõesinternacionais. Em conclusão, o artigo propõe uma análise sincrónica e situada destas políticas quenos permite ver as políticas que atingem as desigualdades no ensino superior e as políticascompensatórias diferenciadas em cada país."

 

O trabalho em questão tem autoria da Prof. Dra. Rosileia Nierotka (Universidade Federal da Fronteira Sul), integrante do LAED, junto ao Prof. Dr. Andre Salata (Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS) e à Prof. Dra. Melina Klitzke Martins (Universidade Federal do Rio de Janeiro).


Segue abaixo o seu resumo:

"Este artigo investiga os fatores associados à evasão de curso superior a partir da experiência da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS). O estudo é de cunho quantitativo, realizado por meio dos dados de uma coorte de 1.391 estudantes ingressantes em 2013. A investigação estatística é conduzida a partir de análise de sobrevivência. Os principais resultados apontam que: a evasão de curso ocorre de forma mais acentuada no primeiro ano; notas mais altas antes e durante o curso, apoio social e o ingresso na primeira opção de curso reduzem as chances de evasão; e homens e negros evadem mais frequentemente. De modo mais amplo, as evidências sugerem que, mesmo em uma universidade federal menos seletiva, como a UFFS, o nível socioeconômico dos alunos não é um forte preditor da evasão de curso."

 

Este trabalho é de autoria do Prof. Dr. Wellington Tischer (Universidade Federal da Fronteira Sul) e da Prof. Dra. Rosileia Nierotka (LAEd/PUC-Rio; Universidade Federal da Fronteira Sul).


Segue abaixo seu resumo:

"O artigo investiga a associação entre a evasão de curso e características institucionais tais como localização dos campi, infraestrutura e o grau acadêmico em uma universidade pública em implantação. Trata-se de uma pesquisa exploratória e descritiva a partir de dados secundários de 11.120 inscritos entre 2010 e 2014 na Universidade Federal da Fronteira Sul. Os resultados apontam para: a) Evasão elevada durante a implantação (60%); b) os campi em cidades menores não estão associados com o abandono de cursos; c) a mudança das instalações provisórias para os campi definitivos sugere leve mudança na trajetória de evasão, mas não aponta para aumento da conclusão dos cursos de graduação; d) Bacharelados têm percentuais de abandono ligeiramente menores em comparação com os Licenciaturas, e e) Sugere-se uma política institucional com enfoque local de combate à retenção e evasão."

 

Este artigo é fruto da Dissertação de Deisilucy Sequeira, doutoranda do PPGE/PUC-Rio e integrante do LAEd, com sua orientadora Prof. Dra. Ana Cristina Prado (Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro).


Segue abaixo seu resumo:

"Este artigo analisa a implementação da Base Nacional Comum Curricular (BNCC), no que se refere à disciplina História, em duas escolas da rede municipal do Rio de Janeiro, considerando o alinhamento do currículo elaborado pela Secretaria Municipal de Educação do Rio de Janeiro (SME/RJ). Utilizamos o referencial teórico da Ciência Política que analisa as ambiguidades e os conflitos nos contextos de implementação em uma pesquisa qualitativa, envolvendo análise documental e entrevistas com agentes implementadores. Observou-se que a BNCC apresentou um contexto de implementação política, enquanto o Currículo Carioca apresentou um contexto de implementação experimental (Matland, 1995)."

 

Parabenizamos Rosileia, Alicia, Naira e Deisilucy por suas publicações!




Postagem de: Maria Eduarda Cunha

21 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page