top of page
  • laedpucrio

XXXI Simpósio Brasileiro de Política e Administração da Educação: Apresentação de Deisilucy (LAEd) e Izabel (GESQ)

No dia 05 de abril de 2024, as Doutorandas em Educação da PUC-Rio, Deisilucy Sequeira (LAED/PUC-Rio) e Izabel Souza (GESQ/PUC-Rio) apresentaram um trabalho intitulado Política do turno único em escolas públicas cariocas: percepções dos agentes escolares, no XXXI Simpósio Brasileiro de Política e Administração da Educação que ocorreu entre os dias 03 e 05 de abril de 2024, nas Universidades UFG e PUC Goiás.


Deisilucy (à esquerda) apresenta o trabalho ao lado de Izabel

Este trabalho é fruto da análise de alguns resultados obtidos na Dissertação de Sequeira (2022) sobre as escolas de turno único no município do Rio de Janeiro. Foram analisadas as percepções de agentes escolares sobre a política de turno único carioca (TUC) na rede municipal do Rio de Janeiro, tendo como referencial teórico os estudos de implementação de políticas públicas para compreender os processos de discricionariedade e de interação dos agentes escolares (Lipsky, 2010; Lotta, 2014) e os estudos sobre Educação Integral (Cavalieri, 2009 e 2014; Coelho et al, 2013 e Maurício, 2009, Moll,2012). Como metodologia foi utilizada uma abordagem qualitativa através de análise documental e entrevistas com os agentes escolares de escolas em tempo parcial e em turno único. Observou-se que os burocratas de nível de rua e de médio escalão demonstraram ser favoráveis à política do TUC. Eles destacaram a importância dessa política para a interação entre os agentes implementadores. Além disso, a discricionariedade foi um elemento aliado para definir os conteúdos a serem abordados, seja nas reuniões de planejamento no caso das escolas de TUC, seja para lidar com a situação de tempo reduzido nas escolas de turno parcial.




Texto de Deisilucy Sequeira

Publicação de Maria Eduarda Cunha

4 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page